Os mitos à volta da cozinha, apenas me desafiam a entrar num ambiente que sempre gostei. Comer é um prazer, um acto social. Gosto de experimentar novos sabores e novas formas de cozinhar. Recordo os cheiros e sabores da infância, assim como após as minhas viagens venho para casa tentar reproduzir ou adaptar pratos que provei de outras culturas. Ouse e surpreenda os seus convidados ou a si próprio. Cozinhe,... sem tabus!


Mostrar mensagens com a etiqueta Physalis. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Physalis. Mostrar todas as mensagens

domingo, 25 de Abril de 2010

Physalis com Chocolate

                           


Os Physalis são pequenas bagas semelhantes à estrutura de um pequeno tomate. Os que se encontram à venda na Europa são maioritariamente provenientes da Colômbia, o maior produtor mundial. O pequeno fruto encontra-se fechado numa casca e devido ao seu sabor agridoce, é um excelente elemento para alguns pratos, sobretudo em saladas e decoração de bolos, tortas e mousses. A minha sugestão de hoje é physalis com chocolate que pode servir, por exemplo no final de um jantar, como complemento de outra sobremesa, ou para acompanhar o café.

Os physalis encontram-se à venda em alguns supermercados em pequenas caixas de rede, com a quantidade equivalente a duas mãos juntas em forma de concha. Encontro-os com facilidade nos hipermercados Continente junto às frutas tropicais, cada caixinha custa entre € 1,15 a € 1,30 aproximadamente.

Ingredientes:

1 caixa de physalis
100 gr. de um bom chocolate (de preferência negro)
Caixinhas de papel frisado para apresentação

Preparação:

1º - Comece por rasgar as cápsulas em três partes. Puxe-as para trás e em seguida enrole-as um pouco sobre si próprias. Ficarão com este aspecto:
                           

2º - Prepare uma tempura de chocolate da seguinte forma: verta água numa pequena panela até 50% da sua capacidade. Coloque por cima uma tigela de pirex de modo a que toque na água e se segure na panela, sem cair para dentro. Ligue o lume até a água ferver. Entretanto coloque os quadrados de chocolate e vá mexendo até derreterem nesse banho-maria. Desligue o lume e a água quente manterá o chocolate líquido algum tempo. Se quiser pode colocar um pouco de manteiga na mistura de chocolate.

3º - Deixe arrefecer um pouco, sem que perca a consistência líquida. Pegue nos physalis um a um e mergulhe-os no chocolate, rolando-os para que fiquem bem impregnados.
                           

                          

4º - Coloque os physalis a secar um pouco antes de os pousar nas caixinhas de papel frisado. Se colocar de imediato, por exemplo em cima de papel de alumínio, pode-lhe acontecer como na foto seguinte, o chocolate escorre e forma uma base. Para evitar isso, mantenha os physalis no ar uns 20 segundos, rolando-os em várias posições até que se aperceba que o chocolate endureceu um pouco.
                          

Pouse-os delicadamente. Se preferir leve-os directamente para as caixinhas. Coloque-as num tabuleiro, tábua ou prato. Depois de terminada esta deliciosa operação, leve-os ao frigorífico para solidificarem bem.

Pode conservá-los uns dias no frigorífico numa caixa fechada para evitar que adquiram outros aromas. A conservação será um problema menor, pois duvido que lhe sobre algum! Uma simples, original e deliciosa sugestão com este aspecto visual encantador. Experimentem e digam-me se não tenho razão? Aguardo comentários.
Related Posts with Thumbnails